sexta-feira, julho 14, 2006

o Faz tudo e o vedetismo pueril

Na passada noite, via SIC, ia ouvindo o que Maria João Avilez pensa, exige e recorda dos meses em que José Sócrates é Primeiro Ministro do País.

Com muito esforço, pachorra e, como se diz agora, férplei, o "desgraçado" pelo meio das magicações da Senhora, lá ia tentando dizer qualquer coisa!

Quando será que algumas entrevistadoras super conhecidas acabam definitivamente de se auto valorizarem, auto imporem, auto pavonearem, tornando-se chatas e execráveis, caindo num ridículo medonho?

Quando será que o Faz Tudo terá o inaudito prazer de ver um entrevistado levantar-se e pirar-se dali para fora, uma vez que não o deixam explanar as suas ideias, do princípio ao fim?

Honra seja feita a moderadoras e moderadores que na RTPN, em bons programas, fazem perguntas e deixam os convidados falar e serem o que são: ENTREVISTADOS!

Chega de tanto vedetismo pueril (no sentido de fútil)!

3 comentários:

T. disse...

Lá Por-um-Fio publiquei uma fotografia mais a teu gosto...
És um «resinoso» mal disposto!
Coitadinha da minha amiguinha... :(

Bárbara Cabral disse...

Isto sim chama-se alimentar um blog...
Tenho que me guiar mais pelo tio..

JMC disse...

Não podia estar mais de acordo contigo meu querido. A MJA é execrável e bem merecia um "BURDA OU BARDAM....!
Mas há outras como ela.
Que saudades tenho da Ana Sousa Dias.
E há outra coisa que odeio nos nossos jornalistas, principalmente os que "traduzem" o que os políticos dizem. O seja o´Scrates diz:"Vamos desenvolver o Plano Tecnológico". Traduz o jornalista, normalmente "em cima da continuação do outro". José Socrates está dizer que afirma que vai desenvolver o plano Tecnológico!" Entretanto, claro, já não conseguimos entender o que o Sócrates dise a seguir...

Free counter and web stats