quarta-feira, julho 12, 2006

o faz tudo não é costume, mas cita

de "ABRUPTO"


"Eu do Fisco quero a publicação de duas listas negras e não de uma só. Quero a dos contribuintes em falta para com o Fisco, e quero a do Fisco em falta para os contribuintes. Em bom rigor deveríamos ter uma lista permanente das dívidas do Estado aos seus concidadãos para se perceber até que ponto o estado não dá o exemplo que exige aos outros. E também quero responsabilidade na elaboração das listas, penalizações claras para os serviços que cometam erros, meios rápidos e drásticos para redimir informações falsas que afectem o bom-nome dos cidadãos. O Fisco é hoje um dos instrumentos mais eficazes para atirar para a lama cidadãos e empresas, por isso todo o cuidado é pouco e há males que são irremediáveis. Se querem usar armamento pesado, que penso ser legítimo usar para quem o merece, ao menos que usem do inteligente para minimizar “danos colaterais”.Ah! E volto ao princípio, não se esqueçam que são duas listas. Duas listas. Duas listas."




Mais palavras para quê?

Não poderia deixar de aqui publicar o texto supra, de Pacheco Pereira, no seu ABRUPTO, mesmo sem autorização ou sequer pedida!

1 comentário:

JMC disse...

EU SUBSCREVO COM INDIGNAÇÃO. Um dia destes eu conto.....

Free counter and web stats