quinta-feira, fevereiro 02, 2006

O Faz Tudo e deixem casar


(tirada daqui)


Duas mulheres querem casar.

O Faz Tudo não tem nada a ver com isso!

Contudo, lá o inundaram nos telejornais com não sabe quantas horas de entrevistas e comentários, só para "encher chouriços", dado que não há "mais nada" de que se possa falar, com verdadeiro interesse!

O Faz Tudo, quase sacramentalmente, viu a Quadratura do círculo. Depois dos depoimentos dos intervenientes, chegou à conclusão que no fundo (tirando os fundamentalistas) toda a gente está de acordo que o estado não tem nada a ver com a vida privada de cada qual.

Assim, deixem as pessoas tomarem as decisões e rumos ao seu estrito contento.
Seja qual for a opção.

Querem casar... casem!
Querem casar com 2, 3 ou mais pessoas... casem!
Deixem-nos casar!
O Faz Tudo quer lá saber disso para alguma coisa!

Apenas que sejam felizes e não haja pessoal, com a mania que é puritano, a chatear e o estado a controlar!

Que mal vem ao mundo, em contínua mudança, que dois homens se casem, que duas mulheres se casem, que aquele ou aquela queira casar com várias mulheres ou homens?

Vive-se numa santa hipocrisia, defendendo valores anacrónicos, só porque há "quinhentos anos" imposeram determinadas leis e regras!

É altura de dar o grito do Ipiranga!

Não venham com a desculpa que as uniões entre seres do mesmo sexo são antinatura!

Basta ver o monumental e poderosíssimo lobby que por aí anda!
_______________________________

O Faz Tudo é casado, heterosexual e monogâmico, mas poderia não ser nada disto!
Se tal acontecesse estaria, logicamente, muito deprimido!

2 comentários:

Maria Papoila disse...

Em viagens pela blogosfera descobri que afinal, há mais pessoas do que eu pensava, que nem sequer querem saber se os homossexuais casam ou não.
Afinal ainda há esperança quanto à mudança de mentalidades. Que esta atitude de mudança afecte outras áreas tão importantes para o nosso Portugal!

FM disse...

Pois que casem e tentem ser felizes com quem muito bem entenderem, mas fazerem disso uma notícia em horário nobre ( telejornal), por tempo indeterminado e com direito a ser anunciado no formato " é já a seguir...", " não percam...."," saiba tudo sobre 2 lésbicas...." já não é notícia, é dose mesmo...

Free counter and web stats