quinta-feira, setembro 22, 2005

O faz Tudo e os militares




Mas afinal que querem os militares?

Estão-lhes a acabar umas pilecas dumas benesses que ninguém mais usufrui, muito embora o Faz Tudo, ironicamente, constate que, coitados, trabalham tanto e tão arduamente que fica revoltado!

Tirando uns passeios lá pela Bósnia ou Iraque (livrando-se temporariamente de ter de aturar a canalhada lá de casa), o Faz Tudo, interroga-se e não encontra resposta para:

Afinal o que fazem os nossos militares?
Guerra não há!

Aos incêndios florestais vão, depois de toda a gente protestar, meia dúzia de homens ou mulheres!
Intervenção na ordem pública... isso pertence a outros!
No mar há uns pindéricos barcos, com meia dúzia de marinheiros!
Na Força Aérea... há que tempos não vê um avião a sobrevoar-lhe a cabeça!

Apesar deste panorama queriam, por desgaste e outro tachito, passarem à reserva, aí pelos 50 anos!

Na saúde, porque são diferentes fisiológica/ psico/ biologicamente dos demais cidadãos, queriam comparticipações especiais (de preferência tudo à borla), para eles, mulheres, ex-mulheres, filhos, etc..
A propósito de quê?
Mesmo assim têm desconto na farmácia militar!

O Faz Tudo que pertence ao povo trabalhador, tem o SNS.!
A eles, ainda os equiparam à ADSE.!

Manifs?

Isso é que era bom!

Vão mas é trabalhar!
Há muito que fazer em prol deste País!

Vão capinar mato com as máquinas da Engenharia!
Abrir aceiros!
Os pilotos da FA que aprendam a apagar fogos!
Patrulhem as ruas das vilas e cidades, pois é uma boa maneira de desincentivarem a vandalagem!
Dêem ajuda à 3ª idade, que tão necessitada está!
Apoiem os doentes civis no transporte nas suas ambulâncias!

No fundo, o Faz Tudo, queria era vê-los trabalhar, como qualquer outro cidadão, com as mesmas condições, deveres e direitos!
São diferentes porquê?

PS:

O Faz Tudo foi militar milicano entre 1967 e 1970, tendo estado por terras de Angola, em tempo de guerra.
Foi, no seu caso, uma bela duma vida e ainda por cima principescamente remunerado!

Se soubesse o que sabe hoje... tinha "metido o chico!"

3 comentários:

maria disse...

uhm...
Talvez haja aqui uma particularidadezita inquietante para os ditos militares:
todas essas ideias, do Faz Tudo, pois claro, têm o "grave" problema de implicar trabalhar!
e,
a pergunta impõe-se:
Saberão, os senhores militares, Trabalhar?
ou então,
em caso de saberem como se Trabalha,
Quererão, os senhores militares, Trabalhar?
pois, quero dizer, Trabalhar, assim como qualquer outro trabalhador de qualquer outro ramo... para além das forças-armadas?

não sei... não sei... mas tenho a impressão que não!

ai...

Kraak/Peixinho disse...

Hey Solrac :) Cá estou eu de volta ao mundo blogosférico, após umas semanitas de férias, hehehe :) e pronto para uma nova escalada até o verão de 2006! Já tinha saudades destas tuas crónicas mordazes sobre o nosso burgo lusitano :)

Hugzzz sem militares (bleargh!)

Maria Papoila disse...

Deves saber melhor que eu que no pós 25 de Abril o militares é que mandavam nisto e que durante muito tempo o próprio poder político estava dependente dos militares. Agradecemos aos senhores militares o facto de nos terem livrado do regime, mas isso não quer dizer que sejam indefinidamente tratados como classe superior... É preciso ter lata para fazer este tipo de terrorismo numa altura em que o país atravessa uma crise tão grave!
Abraços.

Free counter and web stats