segunda-feira, dezembro 19, 2005

O Faz Tudo e o terrorismo filho da esquerda



O post anterior, colocado durante o início da madrugada de hoje foi, aliás é, um grito de raiva e estupefacção!

Os ditos com interesses inconfessáveis, proferidos por alguém com responsabilidades nacionais, visível quase todos os dias em TVs ou jornais, ouvido nas rádios, sobre temas tão sensíveis, como é o caso do terrorismo, onde a verborreia é gratuita, sem fundamento e populista, tem forçosamente de deixar toda a gente de boca aberta!

Todos sabendo (melhor ou pior) as origens das mais díspares razões para o terrorismo;
sabendo que os há provocados pelas extremas (direita ou esquerda);
sabendo que os há de origem religiosa ou política;
sabendo que os há pura e simplesmente para criar embaraços;
sabendo que os há provocados pelas negociatas de droga, armas, pedofilia, etc.,

é com a maior das estranhezas que se ouve um senhor com obrigações democráticas, afirmar textualmente que " o terrorismo é filho da esquerda" !

O Faz Tudo intrinsecamente duma esquerda social, solidária, justa, democrática, desejando o melhor para todos, não invejoso dos que com o seu trabalho denodado foram criando e distribuindo riqueza, aceitante das liberdades individuais ou colectivas, desde que não colidam com as dos outros, sente-se ofendido e muito gostaria que o dito senhor se retratasse e pedisse desculpas, principalmente àquela "esquerda" que lhe deu a possibilidade de hoje poder, inclusivé, dizer as aleivosias que muito bem entender, sem que qualquer outro problema lhe aconteça.

Democraticamente.

Ponto final!

1 comentário:

T. disse...

Não te dizia que os "homens" eram maus? Não queres acrediar...
Mas há excepções, claro!

Free counter and web stats