sexta-feira, abril 14, 2006

o faz tudo e as faltas dos senhores




Anda meio mundo indignado com as faltas dadas pelos deputados da nação, na quarta-feira passada!

Ele é desde S.Exª. o Sr. Presidente da República ao mais humilde cidadão, passando claro está aqui pelo Faz Tudo.

Estava bem de ver!

À socapa, de fininho, depois de terem assinado o "ponto" logo pela manhã (terá sido cedo?), o pessoal, chico-esperto, dá de frosques e ala até ao Algarve que se faz tarde!

Agora que o chefe lá da casa ameaçou que os ia "coimar" num vigésimo do ordenado e como a vidinha está cara, pusilanimemente, com o rabo entre as pernas, todos irão apresentar o seu atestado médico ou justificação de em trabalho externo!

Ele é preciso muita lata!

O Faz Tudo só ainda não percebeu porque raio é que estes funcionários públicos não têm, como em quase tudo quanto é sítio, torniquetes que só abrem para deixar entrar ou sair, portador do cartão, ficando desde logo marcadas no computador a hora de entrada e saída do local de trabalho (onde conta ao minuto!).

Deram conta (a olho), na passada quarta-feira, só porque o número de "espertos" dava demasiado nas vistas! e nos outros dias?
O Faz Tudo acha isto uma verdadeira anedota: até parecia a assembleia-geral de condóminos, onde normalmente ninguém se entende e não percebem nada de quora!

Venham daí os torniquetes! e já!

Controlem-nos esses senhores que foram lá postos para trabalhar, defendendo os superiores interesses da Nação, da qual o Faz Tudo faz parte e tem o inalienável direito a estar indignado!

Mesmo que não façam nada enquanto por lá aquecem as poltronas, dão lustro aos fundilhos das calças, lêem os jornais, piscam à deputada gira, contam a última anedota ou põem em dia a "escrita" jetsetiana, pelo menos obriguem-nos a estar lá, a fazer figura de corpo presente!

Mesmo que não façam a menor ideia, nem percebam um "boi" do que se está a discutir ou de que lado está a razão, pois para isso basta o capitão mandar - atenção: firme! sentido! votar assim!(deve ser lido em voz alta e em tom militar)!

__________________________________________

Agora, depois de ter desopilado o fígado, com um sorriso de orelha a orelha, o escriba vai comer qualquer coisinha, não sem antes ter que passar pelo torniquete da cozinha!
__________________________________________

2 comentários:

T. disse...

Este é um dos cenários tristes da nação! Mas a classe política não sabe mesmo dar o exemplo!
Mas controlá-los? Quando deveriam estar dedicados a resolver os problemas da nação com empenho e em resposta a ideais?
Mas, não há mesmo «vergonha»?!

FM disse...

Sempre disse que metade eram mais do que suficientes.

Em todo o lado se reinventa, se reorganiza, se remodela e, por fim, se despede.

Para quando igual procedimento na A.R.?

Mais do que provado e há muito, que são demasiados e uns verdadeiros CHULOS que aos partidos interessa manter.

Free counter and web stats