quarta-feira, março 15, 2006

O faz tudo e o vocabulário

(tirada daqui)




Sendo o vocabulário o conjunto de palavras de uma língua ou o conjunto de termos próprios de um domínio específico do saber, o Faz Tudo que não é um estudioso da Língua Portuguesa, respeita os puristas, mas também tem a noção que ela própria evolui com o tempo.

E até acha bem!

Veja-se o caso da quantidade de novas palavras trazidas pelo Português falado no Brasil e demais Países de língua oficial Portuguesa.

Mas há coisas com que não concorda mesmo nada!

Vem isto a propósito de ser moda nos discursos dos novos políticos, a utilização dos vocábulos PORTUGUESES, PORTUGUESAS, quando se querem referir ou dirigir ao Povo em geral!.

É um disparate completo!

"PORTUGUESES" é um vocábulo colectivo e designa exactamente isso mesmo: uma colecção de indivíduos da mesma espécie - todos os de nacionalidade Portuguesa, homens ou mulheres.

Para fazer "bonito" e ser politicamente correcto, não é preciso entrar-se nos disparates, como já disse!

Já imaginaram o Comandante de uma fragata dirigir-se às tropas em parada no convés e dizer: Marujos, Marujas...!

Já chega!

4 comentários:

Maria Papoila disse...

Como portuguesA, sempre me senti irritada com essa moda lançada por um político qualquer que um dia se quis mostrar muito solidário com as mulheres... Aposto que é daqueles que chega a casa e bate na mulher.

FM disse...

Há muito que digo precisamente o mesmo, sempre achei uma verdadeira estupidez.
Posso até estar enganado mas julgo que esta "moda" foi criada pelo Guterres.

grzl disse...

Estou completamente de acordo.Como a Maria sinto-me irritada sempre que ouço essa insensatez.
um abraço
graziela

anatema disse...

Hola Carlos. Creo que tienes razón.
Un abrazo.

Free counter and web stats